Chuvas na China matam ao menos 75, diz governo

Autoridades na China afirmam que 75 pessoas foram mortas e mais de 1 milhão tiveram de ser retiradas da região em que viviam devido às chuvas torrenciais que atingem as províncias de Sichuan, Shaanxi e Henan.

A agência de notícias oficial chinesa afirmou que o rio Jialing, um dos maiores afluentes do rio Yang-tsé, estava sete metros acima do nível de alerta e que espera-se que as enchentes estejam entre as mais graves já registradas no país desde 1847.

O ministério de Assuntos Civis afirmou que mais de 150 casas foram destruídas pelas enchentes e os prejuízos estariam na faixa de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 3,4 bilhões).