Costa do Marfim lança comissão de reconciliação após conflito

A Costa do Marfim lançou nesta quarta-feira uma Comissão da Verdade, Reconciliação e Diálogo após o conflito do começo do ano no qual três mil pessoas foram mortas.

A comissão será liderada pelo ex-premiê do país Charles Konan Banny e examinará as origens da violência étnica iniciada após o ex-presidente Laurent Gbagbo ter se recusado a admitir derrota nas urnas.

Gbagbo permanece sob prisão domiciliar no norte do país.

O modelo de atuação do grupo se baseará no trabalho feito na África do Sul após o apartheid.