Governo do Rio anuncia novo comandante da PM

O coronel Erir da Costa Filho assumiu nesta quarta-feira como comandante-geral da PM do Rio, após a exoneração do coronel Mário Sérgio Duarte.

Duarte pediu demissão do cargo nessa quarta-feira, em comunicado enviado ao secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame.

O motivo alegado pelo coronel foi sua responsabilidade pessoal na escolha do tenente-coronel Cláudio Oliveira para assumir o comando do 7º BPM, em São Gonçalo. Oliveira é suspeito de ser o mandante da morte da juíza Patrícia Acioli.

A juíza, que estava à frente de casos envolvendo milícias, foi assassinada com 21 tiros em frente à sua casa, em Niterói, no dia 11 de agosto.

O tenente-coronel está detido na penitenciária de Bangu 1, na Zona Oeste da capital, junto de outros policiais suspeitos de ligação com o crime.

Em nota divulgada nessa quarta-feira, Beltrame lamentou a saída de Mário Sérgio Duarte.

"O secretário (...) tem por política conceder autonomia às chefias das polícias para que em nome da eficiência, possam buscar as melhores medidas administrativas e técnicas para ajudar na implementação da política de segurança", afirmou o comunicado.