Conselho militar do Egito muda polêmica lei eleitoral

O Conselho Militar do Egito, que governa o país, concordou em fazer mudanças na polêmica lei eleitoral do país.

Segundo a imprensa estatal, o conselho vai aprovar uma emenda em um dos artigos que, segundo críticos, poderia permitir a volta ao poder de partidários do ex-presidente, Hosni Mubarak. O conselho também informou que vai analisar a situação da lei de emergência em vigor no Egito.

Não foram divulgados mais detalhes sobre esta mudança, mas tudo indica que o Conselho Militar cedeu a semanas de pressão por mudanças.

Partidos políticos ameaçaram boicotar as eleições se a lei não fosse alterada e milhares de manifestantes voltaram às ruas do Cairo, exigindo que o poder seja passado para um governo civil.

As eleições parlamentares dos Egito devem ocorrer no próximo mês e se estenderão por quatro meses.