Palestinos rejeitam declaração de Israel sobre negociações de paz

Autoridades palestinas rejeitaram neste domingo um comunicado de Israel indicando que pode retomar o diálogo direto com os palestinos, desde que "sem condições prévias".

No Cairo, o negociador palestino, Saeb Erekat, declarou à agência AFP que o comunicado de Israel é um "exercício de ludibriar a comunidade internacional".

A Autoridade Palestina diz que só negocia com Israel mediante o congelamento na construção de assentamentos judeus na Cisjordânia e a aceitação das fronteiras de 1967 como base para um acordo.

O ministro egípcio do Exterior, Mohamed Amro, apoiou os palestinos e acusou Israel de "falta de seriedade" na discussão.