Bahrein determina novo julgamento para médicos condenados

A promotoria do Bahrein determinou nesta quarta-feira que seja realizado um novo julgamento para os 20 médicos, que haviam sido condenados a 15 a nos de prisão por terem cuidados de manifestantes antigoverno.

Na semana passada, eles foram julgados em uma corte militar, que os declarou culpados por acusações como provocar o ódio racial e incentivar um golpe contra o governo durante os protestos ocorridos entre fevereiro e março.

O promotor Ali Al-Boainain afirmou que nenhum médico ou funcionário da saúde deve ser punido por cumprir com suas obrigações humanitárias ou por suas visões políticas.