Turquia diz que vai impor sanções à Síria

O premiê turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que seu governo pretende impor, em breve, sanções contra a Síria, por conta da repressão de Damasco aos protestos pró-democracia no país.

Em discurso na África do Sul nesta quarta-feira, ele não deu detalhes sobre qual será a natureza das retrições.

EUA e União Europeia já põem em prática sanções à Síria, mas não conseguiram viabilizar, na última terça-feira, a aprovação de uma resolução contra o regime de Damasco no Conselho de Segurança da ONU – a resolução foi vetada pela China e pela Rússia.