Ex-premiê da Ucrânia é condenada a sete anos de prisão

A ex-premiê da Ucrânia Yulia Tymoshenko foi sentenciada nesta terça-feira a sete anos de prisão por abuso de poder ao assinar um acordo de gás com a Rússia em 2009.

O juiz do caso concluiu que Tymoshenko agiu ilegalmente, causando perda de quase US$ 200 milhões de dólares.

Tymoshenko disse que o julgamento foi político, influenciado pelo atual presidente, Viktor Yanukovych, seu rival.

Ocorreram choques entre a polícia e milhares de seus simpatizantes nas proximidades do tribunal, na capital Kiev.