Justiça da França retira acusação de tentativa de estupro contra Strauss-Kahn

A Justiça da França retirou a acusação de tentativa de estupro contra o ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn.

Uma autora francesa, Tristane Banon, acusou Strauss-Kahn de tentar estuprá-la em 2003.

O gabinete da promotoria afirmou que há provas de agressão sexual, mas o crime teria sido cometido há muito tempo e o prazo para entrar com um processo contra esta acusação já se esgotou.

Banon fez a acusação no começo de 2011, depois que Strauss-Kahn foi acusado de estupro e assédio sexual de uma camareira de hotel de Nova York, acusações que já foram retiradas também.