Militantes somalis exibem corpos de soldados mortos

O grupo islâmico extremista somali Al-Shabaab colocou em exibição corpos de supostos soldados da missão de paz da União Africana, segundo relatos desta quinta-feira no país.

Os soldados foram mortos durante combates na capital somali, Mogadício.

Testemunhas dizem ter contado ao menos 60 corpos, alguns deles arrastados pelo chão por multidões. A identidade dos mortos não pôde ser verificada de forma independente.

A União Africana confirmou oficialmente a morte de dez de seus soldados em Mogadício, e os confrontos continuavam na noite desta quinta-feira.

Tropas da UA e do frágil governo somali têm lançado ofensivas contra bastiões do Al-Shabaab em Mogadício; o grupo extremista, de supostos elos com a Al-Qaeda, se aproveita da ausência do Estado para controlar diversas partes da Somália.