EUA julga soldado acusado de matar civis no Afeganistão

O suposto líder de um grupo de soldados americanos acusados de matar civis no Afeganistão e guardar partes de seus corpos como troféu está em julgamento.

O sargento Calvin Gibbs se declarou inocente de todas as acusações, que incluem o assassinato de três pessoas e cortar os dedos dos cadáveres.

Gibbs, que está sendo julgado pelo tribunal militar americano, também é acusado de espancar um soldado que alertou seus superiores sobre o consumo de drogas em sua unidade.

Ele pode ser condenado à prisão perpétua sem condicional. Outros três membros da unidade já se declararam culpados em troca de penas reduzidas.