Cuba libera comercialização de propriedades

O governo cubano anunciou nesta quinta-feira que permitirá, pela primeira vez desde os primeiros dias da revolução de 1959, a compra e venda de propriedades

O jornal oficial Granma afirma que a nova lei passa a valer a partir de 10 de novembro, quando os cubanos vão poder vender suas casas.

Anteriormente, as propriedades poderiam apenas ser trocadas, sem envolvimento de dinheiro.

A lei é parte de uma série de medidas para dar novo impulso para a economia cubana e reduzir o déficit de moradias.