Bombardeio 'deixa 20 mortos' na Síria, dizem ativistas

Tanques das forças do governo da Síria bombardearam a cidade de Homs, deixando pelo menos 20 mortos, segundo ativistas sírios.

Os relatos acontecem um dia depois do anúncio de que o país aceitou a proposta da Liga Árabe de pôr fim à violência política que acontece há sete meses.

Segundo o acordo, o governo sírio deverá retirar as forças de segurança das ruas e dar início a um diálogo com a oposição dentro de duas semanas.

A porta-voz do Departamento de Estado americano, Victoria Nuland, disse que Washington não encontrou nenhuma evidência de que o governo do presidente Bashar al-Assad pretendia cumprir os acordos que fez.

Grupos de oposição planejam novos protestos na próxima sexta-feira para testar o comprometimento do governo com o acordo.