Candidato à presidência da Libéria ameaça boicotar eleições

O candidato de oposição à presidência da Libéria, Winston Tubman, disse que não participará do 2º turno das eleições do país na próxima semana, por suspeitas de fraude.

Ele deveria enfrentar a presidente em exercício Ellen Johnson Sirleaf, que teve cerca de 40% dos votos no 1º turno, em outubro.

Tubman havia manifestado preocupações com possíveis fraudes nas eleições, mas observadores internacionais disseram que a votação foi pacífica e transparente.

A eleição presidencial é vista como um teste para a frágil democracia da Libéria, após 14 anos de uma guerra civil que matou 250 mil pessoas.