Traficante 'Nem' é transferido para presídio em Bangu

O traficante 'Nem' (Antônio Francisco Bonfim Lopes), considerado um dos homens mais procurados do Rio de Janeiro, foi transferido nesta quinta-feira da sede da Polícia Federal ao complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste da cidade, após captura na noite anterior.

A transferência acontece pouco depois de o governador do Rio, Sergio Cabral, ter declarado que irá solicitar ao Ministério da Justiça sua transferência para um presídio federal de segurança máxima.

Em entrevista coletiva à imprensa nesta quinta-feira, autoridades deram detalhes sobre a prisão ocorrida quando ele tentava fugir da favela da Rocinha.

Policiais tinham informações de que o traficante poderia fugir da favela ainda na quarta-feira e uma ampla operação foi montada, revistando a partir das 16h, veículos que deixavam o local.

A traseira baixa do veículo que transportava o traficante Nem causou a desconfiança de policiais, que pararam o carro e descobriram o criminoso escondido no porta-malas do veículo.

O tenente coronel Fabio Souza disse que, por volta das 23h, os policiais verificaram movimentos no carro parado, reforçando a ideia de que poderia ter alguém escondido no interior do veículo.

Após a descoberta de Nem, teria sido oferecida uma quantia de R$ 20 mil aos policiais como suborno por sua libertação.

A quantia foi aumentada para R$ 1 milhão segundo os policiais.

Segundo o Superintendente da Polícia Federal Valmir Lemos de Oliveira, ainda não pode ser confirmado se um dos suspeitos detidos na operação é mesmo um cônsul honorário da República Democrática do Congo, como alegado.