Síria chama suspensão da Liga Árabe de 'ilegal'

A Síria condenou neste sábado a decisão da Liga Árabe de suspender o país por causa da repressão aos protestos populares contra o governo e classificou a decisão de "ilegal".

A União Europeia, o governo britânico e o presidente americano, Barack Obama, manifestaram apoio à decisão tomada também neste sábado pela Liga Árabe.

Eles disseram que a decisão mostra o crescente isolamento das autoridades sírias e a frustração da Liga Árabe com a intransigência do presidente Bashar al Assad.

A Liga Árabe suspendeu a Síria até que o país implemente os termos de um acordo de paz firmado há dez dias.

O grupo também anunciou sanções econômicas e políticas contra o governo sírio e pediu ao Exército do país que não use violência contra os manifestantes de oposição.