Liga Árabe anuncia sanções contra a Síria por repressão a protestos

Atualizado em  12 de novembro, 2011 - 12:06 (Brasília) 14:06 GMT

A Liga Árabe anunciou neste sábado que vai impor "sanções econômicas e políticas" contra a Síria, por causa da repressão do regime de Bashar al-Assad aos protestos da oposição.

Além disso, 18 dos 22 países da organização votaram pela suspensão da Síria da entidade pan-árabe. Apenas o Iêmen, a própria Síria e o Líbano votaram contra. Houve uma abstenção (do Iraque).

Em um comunicado, a Liga pediu ao Exército sírio que não se envolva na repressão violenta aos protestos e no assassinato de civis e e disse que convidará membros da oposição síria para uma reunião em sua sede, no Cairo, dentro de três dias.

"Caso a violência e as matanças não sejam contidas, a secretaria-geral entrará em contato com outras organizações de direitos humanos, incluindo a ONU, em coordenação com a oposição síria, para estabelecer uma visão para as medidas que forem apropriadas para pôr fim ao derramamento de sangue", afirma a nota.

A ONU estima que mais de 3,5 mil pessoas tenham morrido nos protestos contra o regime de Al-Assad, que começaram em março.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.