Premiê diz que Austrália deve voltar a exportar urânio para a Índia

A primeira-ministra australiana Julia Gillard disse que gostaria que o governo voltasse a exportar urânio para a Índia.

Em artigo no jornal australiano Sydney Morning Herald, Gillard disse que uma mudança na política do país sobre as exportações de urânio fortaleceria a conexão australiana com o que ela chamou de "Índia dinâmica e democrática".

O Partido Trabalhista australiano proibiu as exportações para o país quando subiu ao poder há quatro anos, porque a Índia - que já possui armas nucleares - não assinou o Tratado de Não-Proliferação Nuclear.

A Austrália tem 40% das reservas mundiais de urânio, mas só vende o material a outros países sob rigorosas condições para evitar aplicações militares.