Ministro sírio diz que suspensão da Liga Árabe é “extremamente perigosa”

O ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid al-Moualem, reagiu ao anúncio de que o país foi suspenso da Liga Árabe dizendo que a medida seria "extremamente perigosa".

Ele disse que a Síria não abandonaria suas "posições fortes", que todas as "tramas" contra o país fracassariam e que os elogios do governo americano ao anúncio corresponderiam a "incitamento".

Também nesta segunda-feira, ministros europeus reunidos em Bruxelas discutem o endurecimento das sanções contra a Síria por causa da repressão violenta aos manifestantes.

O ministro das Relações Exteriores da França, Alain Juppé, disse que a população civil precisa ser mais bem protegida e esperava que o Conselho de Seguraça da ONU finalmente tomaria uma posição.