Partido de Aung San Suu Kyi disputará eleições em Mianmar

O partido da oposição em Mianmar anunciou que vai se registrar para participar das próximas eleições no país.

Mianmar possui um dos regimes mais fechados do mundo, mas está passando por um processo de abertura política.

As eleições serão um teste para a líder da oposição, a Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, que passou quinze anos em prisão domiciliar e foi libertada no ano passado.

O presidente americano, Barack Obama, telefonou para Aung San Suu Kyi e disse que a secretária de Estado, Hillary Clinton, visitará Mianmar no próximo mês. Será a primeira visita de uma autoridade americana de alto escalão ao país em cinquenta anos.