Confrontos no Cairo já deixaram 33 mortos desde sábado, dizem autoridades

Ao menos 33 pessoas morreram desde sábado no Cairo, nos confrontos entre forças de segurança egípcias e manifestantes, informaram nesta segunda-feira autoridades do sistema funerário egípcio.

Outras 1,8 mil pessoas ficaram feridas nas manifestações, concentradas na praça Tahrir, nas quais os egípcios se queixam de que os militares do governo interino estariam se aferrando ao poder.

Centenas de soldados e policiais tentaram expulsar os manifestantes da praça com balas de borracha, gás lacrimogêneo e golpes de cassetetes.

Muitas pessoas seguem no local, e há relatos de que os confrontos continuam nesta segunda-feira.