Aids está estável no Brasil e índice de mortalidade cai, diz Ministério da Saúde

A prevalência de Aids tem se mantido estável no Brasil nos últimos doze anos, mostra estudo do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira.

A queda de mortalidade entre os infectados pelo vírus HIV também caiu 17% nos últimos entre 1998 e 2010. A taxa de regrediu de 7,6 para 6,3 mortes por cada 100 mil habitantes.

Segundo a pesquisa, 0,6% dos brasileiros possuem o vírus HIV.

O ministério alerta, no entanto, para o aumento da prevalência em determinados grupos, dentre os quais homossexuais na faxa de 15 a 24 anos, cuja incidência aumentou 10% no periodo.