Hillary Clinton 'recompensa' abertura em Mianmar com visita oficial

Em um gesto visto como uma "recompensa" pela recente abertura democrática, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, faz nesta quarta-feira uma visita a Mianmar.

Esta é a primeira visita de um secretário de Estado americano ao país desde 1955.

Após se encontrar com o presidente Thein Sein, Clinton disse que os Estados Unidos continuarão a recompensar os líderes de Mianmar se eles continuarem "se movendo na direção correta".

A secretária de Estado americana se encontraria também com a líder opositora e prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, libertada no ano passado de prisão domiciliar pelo governo.

Na véspera, Suu Kyi havia anunciado que vai concorrer a uma cadeira no Parlamento nas próximas eleições.