Rússia surpreende ONU com resolução sobre a Síria

A Rússia surpreendeu os países ocidentais nesta quinta-feira e apresentou um rascunho de resolução relacionada à Síria na ONU, em Nova York.

Há meses países ocidentais tentam conseguir a aprovação de uma resolução anterior contra Damasco, mas enfrentam o veto de Moscou e de Pequim.

Agora, os russos dizem ter uma resolução própria para tentar resolver a crise na Síria - país em que, segundo a ONU, milhares de pessoas foram mortas desde março na repressão governamental a protestos antirregime.

O rascunho de resolução condena a violência na Síria e pede o fim da repressão no país, mas não menciona sanções ao país árabe.

Diplomatas europeus dizem vão negociar em cima do novo texto, mas alegam que o rascunho russo não é duro o suficiente e faz equivalência entre o regime e a oposição. Os diplomatas insistem em que deve recair sobre o governo a principal responsabilidade pela onda de violência síria.