Manifestantes russos voltam às ruas e pedem novas eleições

Centenas de manifestantes russos voltaram às ruas de Moscou para exigir a convocação de novas eleições parlamentares.

Os ativistas acusam o pleito realizado no início deste mês de ter sido fraudado para favorecer o partido Rússia Unida, do primeiro-ministro Vladimir Putin.

A manifestação deste sábado, realizado na Praça Bolotnaya, atraiu um número de participantes bem inferior à que foi realizada na semana passada, que contou com a presença de dezenas de milhares de pessoas.

Putin rechaçou as denúncias de fraude e afirmou que os resultados oficiais - que deram ao seu partido cerca de 49% dos votos - refletem a vontade popular.

Notícias relacionadas