Morre Vaclav Havel, ex-estadista e dramaturgo

Vaclav Havel, o primeiro líder da antiga Tchecoslováquia desde a chamada Revolução de Veludo, que pôs fim ao regime comunista no país, morreu aos 75 anos.

Durante a gestão comunista, Havel ganhou fama por suas peças que criticavam o regime comunista e ganhou a inimizade do governo, que o manteve preso por mais de quatro anos, entre 1979 e 1983.

Com a queda do regime comunista, o líder da resistência pacífica ao regime chegou à presidência da Tchecoslováquia, em 1989.

Em sua gestão, ele promoveu a transição do país para a democracia e supervisionou a cisão pacífica que resultou na formação da República Checa e da Eslováquia.

Havel foi um fumante inveterado ao longo de boa parte de sua vida e sofria de problemas respiratórios crônicos, tendo chegado a extrair parte de seu pulmão direito.