Novo líder espanhol prevê 'tempos dificeis' e anuncia cortes de gastos

O futuro presidente de governo da Espanha, Mariano Rajoy, anunciou nesta segunda-feira novas medidas de austeridade, na tentativa de conter a crise de deficit no país.

Em discurso ao recém-empossado Parlamento do país, Rajoy (do Partido Popular, de direita) prometeu cortes de gastos estatais de 16,5 bilhões de euros em 2012, mudanças no sistema de aposentadoria e até o fim de emendas de feriados, admitindo que a Espanha enfrenta "tempos difíceis".

Em contrapartida, ofereceu aumento nas pensões e reduções de impostos para pequenas empresas.

A Espanha tem o maior índice de desemprego da União Europeia e altas taxas de juros recaindo sobre os títulos de suas dívidas, despertando temores de que possa necessitar de um pacote externo de resgate financeiro.

Rajoy, que foi eleito no mês passado, deve assumir oficialmente nesta quarta-feira.