Número de mortos em enchentes relâmpago nas Filipinas chega a 957

As enchentes relâmpago que atingiram as Filipinas no último domingo mataram quase mil pessoas, segundo os últimos números divulgados.

Centenas ainda estão desaparecidas.

Autoridades de algumas cidades portuárias, onde famílias inteiras foram levadas pelo mar enquanto dormiam, começaram a enterrar os corpos juntos em enormes túmulos de concreto sem identificá-los, apesar dos protestos das famílias de pessoas desaparecidas.

O presidente Benigno Aquino visitou a região atingida para ver a destruição e falar com os sobreviventes.

Segundo analistas, o governo foi acusado de não estar preparado para enfrentar a tempestade e suas consequências.