Capitão da seleção inglesa é formalmente acusado de ofensa racista

Atualizado em  21 de dezembro, 2011 - 14:55 (Brasília) 16:55 GMT

O zagueiro inglês John Terry, capitão do Chelsea e da seleção de seu país, foi formalmente acusado de ofensa racial contra um adversário durante uma partida em outubro passado.

A Promotoria britânica disse que possui provas suficientes para incriminar e condenar o defensor por comentários que ele teria feito contra Anton Ferdinand, do Queen's Park Rangers, que é negro.

Terry se disse decepcionado com as acusações, afirmando que irá limpar seu nome. Caso seja condenado, o jogador pode ser multado em quase 4 mil libras (cerca de R$ 11 mil).

As acusações ocorrem um dia depois que o atacante uruguaio Luis Suárez, do Liverpool, foi suspenso por oito partidas pela Football Association (federação de futebol inglesa) por ofensas raciais contra Patrice Evra, do Manchester United.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.