BC reduz para 3% previsão de crescimento do PIB

O Banco Central projeta um crescimento de 3% para o PIB brasileiro de 2011, segundo o Relatório de Inflação divulgado pelo BC nesta quinta-feira.

O número é 0,5 ponto percentual menor do que o previsto no relatório anterior, em setembro.

Segundo o BC, "o cenário econômico global se deteriorou" desde então, e "as previsões de crescimento para os principais blocos econômicos continuaram a sofrer reduções generalizadas para 2011 e 2012".

O relatório também diz que a "indefinição em relação às medidas a serem adotadas pelas economias europeias tem aumentado a percepção de risco, com impactos sobre as condições gerais de crédito". Tudo isso afetou o ânimo de empresários e consumidores brasileiros, aponta o BC.

Ao mesmo tempo, a perspectiva é de que a inflação se reduza nos próximos anos. Para 2011, o relatório calcula inflação de 6,5% (maior do que o teto da meta estipulada pelo governo), e de 4,7% em 2012 e 2013.