Milhares protestam contra morte de manifestantes no Iêmen

Milhares de pessoas foram para as ruas da capital do Iêmen, Sanaa, para protestar contra a morte de pelo menos nove pessoas no sábado.

As vítimas teriam sido atingidas pelos tiros disparados pelas forças de segurança contra manifestantes que exigiam que o presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, não receba imunidade, o que impediria o julgamento de Saleh por irregularidades cometidas em seu governo.

O protesto deste domingo pedia também a renúncia do vice-presidente, Abed Rabbo Mansour Hadi, que lidera o governo de transição no país.

O Parlamento do Iêmen exigiu que o governo investigue as mortes de sábado.