Três suspeitos presos por assassinato de 'papai noel' no Tadjiquistão

Três pessoas foram presas depois que um homem vestido de papai noel foi morto a facadas no Tadjiquistão, uma ex-república soviética onde a maioria da população é muçulmana.

Um grande grupo de pessoas atacou o "papai noel", alegando que ele estava celebrando uma cultura estrangeira e, segundo relatos, acusando o homem de ser um "infiel".

Ele estava indo visitar familiares e entregar presentes.

Recentemente, clérigos muçulmanos no Tadjiquistão aconselharam a população a não seguir as tradições russas no Natal e Ano Novo.