Mianmar vai libertar mais 'prisioneiros políticos', diz ministro britânico

O ministro do Exterior britânico, William Hague, diz ter recebido garantias das autoridades em Mianmar de que prisioneiros políticos serão libertados e de que as mudanças no país são irreversíveis.

Hague fez as declarações logo após se reunir com o chanceler de Mianmar no começo de uma visita de dois dias ao país, a primeira realizada por alguém em seu cargo em mais de 50 anos.

O ministro britânico também se encontrará com o presidente Thein Sein e com a líder pró-democracia Aung San Suu Kyi, além de líderes das minorias étnicas de Mianmar, e deve pressionar o governo pela realização de eleições em abril.

Segundo Hague, ele está no país para descobrir como a Grã-Bretanha pode oferecer apoio durante o processo de reformas.