Governo sírio e oposição trocam acusações sobre ataque em Damasco

O governo da Síria culpou terroristas pelo atentado suicida que aconteceu em Damasco nesta sexta-feira, mas a oposição acusa o governo de forjar o ataque para desviar a atenção dos protestos.

Oficiais sírios dizem que pelo menos 25 pessoas foram mortas e muitas foram feridas.

Um jornalista britânico que visitou o local da explosão disse ter visto partes de corpos humanos e sangue, mas nenhum corpo ou pessoa ferida.

Grupos de oposição, incluindo o Conselho Nacional Sírio, disseram que o ataque é parte de um "jogo sujo" para tirar a atenção das manifestações anti-governo, que mais uma vez aconteceram no país após as preces da sexta-feira.

O ministro do Interior sírio disse que o governo revidaria o ataque com um punho de ferro.