Mesquita e escola islâmica são incendiadas na Nigéria

Uma mesquita e uma escola islâmica foram incendiadas nesta terça-feira na Nigéria, em mais um episódio de violência religiosa no país.

Os ataques ocorreram no sul da Nigéria, na cidade litorânea de Benin, e causou a fuga de muçulmanos, que estão indo em direção ao norte.

A Cruz Vermelha está registrando as pessoas que abandonaram suas casas e estão abrigadas em delegacias da polícia e alojamentos do Exército.

O escritor nigeriano e ganhador do Prêmio Nobel, Wole Soyinka, disse à BBC que a Nigéria está a caminho de uma guerra civil.

Para o escritor, alguns líderes políticos nigerianos estão usando extremistas muçulmanos para esconder atos corruptos e criminosos, criando caos no país.

Dezenas de pessoas morreram nas últimas semanas em ataques a igrejas cristãs por radicais islâmicos.

Os atentados provocaram o revide por parte de ativistas cristãos, que também atacaram mesquitas, aumentando a violência sectária no país.