Geithner vai a Pequim em busca de apoio a sanções contra Irã

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, está em Pequim para tentar convencer os líderes chineses a apoiar as mais recentes sanções americanas contra o Irã.

A visita acontece em um momento de tensão, depois que a Agência Internacional de Energia Atômica disse que o Irã começou a enriquecer urânio em níveis mais altos que os necessários para gerar energia elétrica.

Analistas dizem, no entanto, que a China deve se opor fortemente às sanções, porque depende do petróleo do Irã.

Mais cedo, a Rússia expressou preocupação em relação às atividades nucleares do Irã.

O ministro do Exterior russo disse que o enriquecimento de urânio que estava sendo feito em uma instalação subterrânea perto de Qom mostra que o Irã está ignorando as preocupações internacionais em relação a seu programa nuclear.