Conflito étnico deixa dezenas de mortos no Sudão do Sul

O governo do Sudão do Sul confirmou a morte de pelo menos 41 pessoas, a maioria mulheres e crianças, vítimas de um conflito étnico no Estado de Jonglei.

Segundo as autoridades, homens armados da tribo Murle comandaram um ataque de sete horas contra duas vilas da tribo rival Lour Nuer, na quarta-feira.

O massacre ocorre uma semana após o Sudão do Sul declarar a região área de desastre.

Centenas de pessoas já morreram em conflitos étnicos desde que o país conquistou sua independência, no ano passado.