Ataque suicida contra peregrinos xiitas mata ao menos 50 no Iraque

Um ataque suicida contra peregrinos xiitas em um posto de controle na cidade de Basra, ao sul do Iraque, deixou ao menos 50 mortos neste sábado, segundo as autoridades locais.

Sete dos mortos eram membros das forças de segurança. Outras 90 pessoas ficaram feridas.

Segundo a polícia, os peregrinos se encaminhavam para uma grande mesquita na periferia de Basra para celebrar o fim do Arbain, um dos principais festivais religiosos xiitas.

O novo episódio de violência ocorre em meio ao aumento da tensão política entre a maioria xiita iraquiana e a minoria sunita, que comandava o país durante o regime de Saddam Hussein.

No mês passado, o governo de maioria xiita pediu a prisão do vice-presidente Tariq al-Hashemi, sunita, sob acusações de terrorismo.