Após morte de 4 soldados, França suspende operações no Afeganistão

A França anunciou nesta sexta-feira que suspenderá seu programa de treinamentos e suas operações militares conjuntas com o Exército do Afeganistão, depois que um militar afegão abriu fogo contra um grupo de soldados franceses, matando quatro e ferindo outros 16.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse que vai considerar uma retirada antecipada das forças de seu país do Afeganistão.

Os ministros da Defesa e das Relações Exteriores da França estão sendo enviados à capital afegã, Cabul, para investigar o caso.

O correspondente da BBC em Cabul Bilal Sarwary afirma que o combate aos talebãs será mais difícil sem os franceses, que contribuem substancialmente com as forças da Otan. A França tem 4 mil soldados no Afeganistão.