Iêmen aprova lei de imunidade para presidente

O Parlamento no Iêmen aprovou uma lei que dá imunidade ao presidente Ali Abdullah Saleh, que recentemente assinou um acordo para deixar formalmente o cargo no mês que vem.

A medida não dá imunidade imediata para os assessores próximos de Saleh, incluindo membros de sua família.

O texto final da lei foi modificado após pressão popular para que estes assessores possam ser processados por corrupção e acusações de terrorismo.

O prêmio Nobel da paz e ativista pró-democracia Tawakul Karman condenou a aprovação da lei.