Países do Golfo retiram seus monitores da missão árabe na Síria

Mais países anunciaram nesta terça-feira que irão retirar seus monitores da missão observadora da Liga Árabe na Síria.

Em um comunicade, seis membros do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês) disseram estar seguindo o exemplo da Arábia Saudita.

Os sauditas retiraram seus monitores no domingo, dizendo que a Síria estava deixando de respeitar qualquer acordo.

Entre os países que se retiraram recentemente da missão estão Catar e Emirados Árabes Unidos, que tem tido uma abordagem mais dura com o governo sírio.

O correspondente da BBC no Cairo, Jon Leyne, diz que este é um novo golpe na missão da Liga Árabe, que já está sob o ataque da oposição síria por não fazer o suficiente para pôr fim à violência no país.