Remédios contaminados matam 70 no Paquistão, dizem médicos

Pelo menos 70 morreram no Paquistão contaminadas por medicamentos, segundo médicos da cidade de Lahore.

Cerca de cem outras pessoas estão sendo monitoradas nos hospitais da cidade. Alguns estão em estado grave, segundo os mesmos médicos.

Acredita-se que as mortes estejam relacionadas a um medicamento para doenças cardíacas, distribuído na rede de saúde local.

Amostras do medicamento foram enviadas a Londres e Paris para investigação.

A polícia prendeu os proprietários de três indústrias farmacêuticas locais, responsáveis pela fabricação dos remédios.