Rebeldes no sul do Sudão sequestram 29 chineses

Rebeldes no sul do Sudão sequestraram 29 trabalhadores chineses neste domingo, depois de trocarem tiros com forças do governo.

O governo da China confirma que cidadãos chineses desapareceram depois que o local onde eles estavam foi atacado por rebeldes, no Estado de Kordofan do Sul. A região é uma das grandes produtoras de petróleo do Sudão.

O Exército do Sudão tem combatido insurgentes do Movimento de Libertação do Povo do Sudão – Norte (SPLM-N, na sigla em inglês) desde meados do ano passado, quando o Sudão do Sul se tornou independente.

A China mantém relações econômicas estreitas com o governo do Sudão, sobretudo no setor econômico.

Um porta-voz do SPLM-N disse que os reféns estão detidos para a sua própria segurança.