Dilma escolhe ex-companheira de prisão para Secretária das Mulheres

O Palácio do Planalto anunciou nesta segunda-feira a substituição da ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, pela cientista política Eleonora Menicucci de Oliveira.

Iriny deixa o governo para disputar a prefeitura de Vitória, segundo informações da Agência Brasil.

Pró-reitora de extensão da Universidade Federal de São Paulo, Eleonora é conhecida de Dilma de longa data. Ambas ficaram detidas no Presídio Tiradentes, em São Paulo, durante a Ditadura Militar.

Em nota, a presidenta Dilma Rousseff agradeceu a Iriny Lopes pela participação no governo e desejou sucesso à nova ministra.