Incêndio mata mais de 270 em prisão de Honduras

Um incêndio em uma prisão de Honduras provocou a morte de pelo menos 270 detentos e deixou outros vários feridos, informaram autoridades. De acordo com bombeiros, as vítimas foram carbonizadas ou intoxicadas pela fumaça.

Alguns dos sobreviventes escaparam quebrando o telhado e saltando do alto do prédio, informam parentes.

O incêndio começou na noite de terça-feira e só foi controlado uma hora depois.

Hospitais locais estão tratando dezenas de vitimas com queimaduras e outros ferimentos, informaram os bombeiros à agência Efe. Muito dos feridos foram levados a capital, Tegucigalpa.

A prisão, em Comayagua, a 80 km da capital, tinha pelo menos 800 detentos.

Uma falha elétrica foi apontada como causa do incêndio, mas uma investigação foi aberta.