Honduras tenta identificar 350 mortos em incêndio em prisão

Especialistas em Honduras continuam tentando identificar os corpos de mais de 350 pessoas que morreram em um incêndio em um presídio na terça-feira.

Centenas de parentes estão acampados do lado de fora do necrotério da capital hondurenha, Tegucigalpa, esperando notícias sobre os mortos.

Dados oficiais revelaram que muitos dos mortos estavam aguardando julgamento, e que ainda não haviam sido condenados.

O governo dos Estados Unidos enviou uma equipe de especialistas para ajudar a investigar a causa do incêndio.