Caçadores matam centenas de elefantes nos Camarões, dizem autoridades

Autoridades nos Camarões informaram que centenas de elefantes foram mortos por caçadores no norte do país nas últimas semanas.

O número é muito maior do que estimado inicialmente pelas autoridades e significa um aumento sem precedentes pela demanda de marfim ilegal.

Um porta-voz do Parque Nacional Bouba Ndjida afirmou que foram identificados os esqueletos de 458 elefantes.

Segundo o porta-voz o número final de animais mortos pode ser ainda maior, pois o parque é muito grande.

O grupo de defesa dos animais I-FAW afirma que os responsáveis pela matança são grupos vindos do Chade e do Sudão, equipados com armas automáticas e viajando a cavalo.