Horário de verão evita acionamento de usinas termelétricas no Brasil

O horário de verão deste ano, que acabou no último final de semana, fez com que a demanda por energia no horário de pico fosse 4,6% menor nas regiões onde a medida foi implementada (Sul, Sudeste, Centro-Oeste e na Bahia), informou nesta segunda-feira a Agência Brasil.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o país economizou R$ 160 milhões durante o horário de verão, porque a diminuição do consumo evitou o acionamento de usinas termelétricas.

Entre 2010 e 2011, o horário de verão resultara em uma redução de 4,4% na demanda por energia do horário de pico.