Japoneses prestam homenagens às vítimas de tragédia que completa um ano

Os japoneses fizeram um minuto de silêncio neste domingo no exato momento em que, há um ano, o nordeste do país foi atingido por um terremoto, que provocou um tsunami e uma tragédia nuclear na sequência.

Todos os meios de transporte pararam durante o minuto. Os japoneses prestam homenagens neste domingo às quase 20 mil vítimas que morreram ou ainda estão desaparecidas.

O imperador Akihito e o premiê do país, Yoshihiko Noda, estiveram à frente de uma cerimônia em Tóquio. O imperador disse que o Japão "nunca deve esquecer o que aconteceu, se o país quiser progredir para um futuro melhor e mais seguro".