Historiador diz ter descoberto indícios de obra-prima perdida de Da Vinci

Um polêmico historiador da arte diz ter encontrado evidências que podem levar à descoberta de uma obra-prima perdida de Leonardo da Vinci.

Mauricio Seracini diz que amostras de uma parede escondida no Palazzo Vechio, em Florença, contém traços da tinta que era usada somente pelo mestre renascentista.

Ele acredita que a pintura escondida é A Batalha de Anghiari - um afresco inacabado que muitos consideravam a melhor obra de Da Vinci, mas que teria sido destruída em meados do século 16, cerca de 60 anos após sua execução.

O prefeito de Florença já afirmou que a pintura deveria ser descoberta, mas ela está debaixo de outra obra-prima, e muitos historiadores da arte têm dúvidas sobre a teoria de Seracini.